RPER N.º 06

"A evolução das disparidades regionais em portugal ao nível das nuts III.
Uma análise empírica com base nos processos de convergência."


Resumo:

O presente estudo pretende explicar a convergência regional em Portugal a nível de NUTS III, para o rendimento per capita e a produtividade. Utiliza-se uma metodologia alternativa baseada na análise de dados em painel e que contempla as diferenças regionais. Testam-se os conceitos de convergência absoluta e condicionada e a importância de alguns factores estruturais condicionais relacionados com a reafectação de recursos e as condições da procura.

Os resultados revelam que a convergência entre as 30 regiões portuguesas é condicionada. O peso de cada sector de actividade no emprego mostra-se importante na explicação da convergência no rendimento per capita e na produtividade. O crescimento do output, reflexo das condições da procura, juntamente com a composição sectorial do emprego, revela-se um factor condicional relevante para a explicação do processo de convergência na produtividade. Os resultados indicam uma transferência mais acentuada de trabalho do sector primário para o terciário e ao introduzir este elemento nas equações de convergência, esta torna-se mais elevada.


Palavras-chave: Convergência regional, produtividade, estrutura regional
de emprego, NUTS III.


Voltar