RPER N.º 13

As Dimensões Latentes da Inovação:
O Caso das Regiões Europeias.


Resumo:

A Inovação tem assumido, enquanto factor crucial para o desenvolvimento económico, um papel cada vez mais destacado na economia regional e nas políticas territoriais. Tendo por base o paradigma de Sistema Regional de Inovação e os vários tipos de fenómenos que influenciam o potencial inovador de cada região, este estudo analisou um conjunto de 175 regiões que englobam todo o território da União Europeia antes do último alargamento (com 15 estados-membros), procurando encontrar dimensões latentes da Inovação e criar grupos homogéneos de regiões que apresentassem perfis semelhantes.

Recorrendo a uma bateria de indicadores do Eurostat e do European Trendchart on Innovation, utilizou-se a Análise Factorial de Componentes Principais para reduzir a dimensionalidade dos dados. Após se terem determinado as dimensões com resultados significativos (Inovação Tecnológica, Capital Humano, Estrutura Económica e Disponibilidade do Mercado Laboral) procedeu-se a uma Análise de Clusters que evidenciou as limitações e problemas que continuam a subsistir nas regiões portuguesas quando comparadas com outras regiões da UE15.

Palavras-chave: Inovação, Sistema Regional de Inovação, Análise Factorial,
Análise de Clusters



Voltar