RPER N.º 22

Water Policy and Tourism in Spain: A Regional Analysis

Resumo:

Crescimento económico espanhol levou a um aumento da degradação ambiental, com repercussão negativa na saúde pública. A deterioração é parcialmente refletido no baixo nível de tratamento de águas residuais. Embora a série de dados nacional sobre águas residuais tratadas mostra uma evolução favorável, a comparação por regiões revela a existência de diferenças importantes entre eles. Estas diferenças de crescer como um resultado do aumento das pressões de planejamento urbano, por vezes agravados por um aumento de turistas também.

Este trabalho analisa a relação entre a qualidade da água e do turismo. Os resultados mostram comportamentos muito fraca convergência regional no volume de águas residuais tratadas e de água recuperada. Regiões que recebem mais turistas apresentam um maior volume de águas residuais tratadas, mas não o suficiente para compensar a diferença em termos per capita com outras regiões onde o turismo tem um impacto muito menor. Assim, o impacto ambiental do turismo deve ser tido em conta como fator relevante para a competitividade e as desigualdades na saúde pública.



Palavras-chave: convergência regional, poluição aquática, turismo.

Códigos JEL: Q53, R12, L83


Voltar