RPER N.º 23

The Use of Q-Methodology to Obtain Stakeholder Discourses
on the Future Development of Ria Formosa Coastal Zone, South of Portugal
.

Resumo:

Uma estratégia eficiente de conservação da natureza implica a análise de interesses dos intervenientes envolvidos. O presente artigo apresenta a metodologia Q como ferramenta no desenvolvimento dessa análise. O objectivo é a análise de intervenientes locais através dos seus próprios termos e categorias, não apresentando ideias pré formadas de quais as suas necessidades e ou problemas. O estudo revela a existência de 4 perspectivas sobre o desenvolvimento futuro da Ria Formosa: pró educação ambiental e capacitação; desenvolvimento turístico e pesqueiro; burocracia, condições do sector pesqueiro e ordenamento do território; qualidade ambiental, integração e organização. Finalmente, estas perspectivas foram comparadas com as acções do plano POLIS 2008. Verificou-se que o plano responde transversalmente à maioria das preocupações identificadas. O ponto de maior conflito é a questão da demolição das casas existentes nas ilhas barreira.

Palavras-chave: Análise de intervenientes interessados,
metodologia Q, Gestão Costeira Integrada.

Códigos JEL: Q24 ; Q28


Voltar