RPER N.º 25 | 26

Sustainable tourism micro-clusters: the case of Alentejo protected areas.

Resumo:

Os Sistemas Locais de Turismo (SLT) podem ser analisados com base em conceitos que derivam da economia industrial aplicada aos “distritos industriais”, sistemas produtivos locais ou “regiões inteligentes”. O conceito de SLT constitui uma poderosa ferramenta analítica útil para percepcionar a estrutura, diversidade e as diferentes formas de organização dos resorts turísticos. Os resorts podem ser pensados como clusters ou “distritos industriais”, representando ou um acordo perfeito entre a esfera produtiva e a comunidade local ou uma mera justaposição industrial sem qualquer ligação económica ou social. Este artigo tenta analisar o processo de criação de micro-clusters turísticos baseados em práticas de turismo sustentável. As áreas protegidas do Alentejo - Estuário do Sado; Lagoas de Santo André e da Sancha; Vale do Guadiana; Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina; e Serra de S. Mamede – são analisadas com vista à possibilidade de microestruturas específicas permitirem desenvolvimento turístico sustentável. As questões de recursos, competências e da governância são também analisadas.

Palavras-chave: Turismo, Cluster, Micro-Cluster, Sustentabilidade,
Desenvolvimento, Alentejo.

Códigos JEL: R1


Voltar