RPER N.º 32

Os Padrões Espaciais do Mercado da Habitação: Uma Noção Multidimensional não Euclideana do Espaço

Resumo:

Este artigo realça três aspetos fundamentais da abordagem quantitativa do espaço na análise do mercado da habitação: i) heterogeneidade espacial; ii) interação espacial; e iii) escala espacial. A dificuldade de identificar mercados habitacionais e compreender as suas interações é amplamente referida na literatura, bem como a diversidade de métodos adequados para os analisar. No entanto, não há consenso sobre as metodologias a serem aplicadas. De modo a contribuir para a compreensão da estrutura espacial da habitação, com especial enfoque na dependência espacial, serão apresentados uma metodologia e os resultados da sua aplicação empírica. Contrariamente à abordagem tradicional, que considera a definição a priori de uma matriz de pesos espaciais (W), é apresentada uma abordagem não paramétrica que permite estimar essa mesma matriz (W).

Palavras-chave: Interação Espacial, Heterogeneidade Espacial, Escala Espacial, Mercado da Habitação, Modelos Hedónicos Econométricos Espaciais

Códigos JEL: C18, R14, R21, R23

 

Voltar