RPER N.º 38

Revisão de Conceitos Aeroportuários e a sua Aplicabilidade ao Processo do Novo Aeroporto de Lisboa

Resumo:

Os aeroportos têm evoluído desde a década de 1930, sendo atualmente infraestruturas de considerável dimensão e grande versatilidade, capazes de produzir impactos significativos tanto a nível local como a nível regional. Este artigo pretende analisar os principais conceitos aeroportuários que emergiram nas últimas décadas, avaliando os conceitos que são apenas produtos comerciais e de marketing, com pouca relação estabelecida com o desenvolvimento regional e as teorias de planeamento, e os conceitos que são verdadeiros fenómenos. Os conceitos aeroportuários analisados são: o Airport Region, o Airport City, o Airport Corridor, a Aerotropolis e a Airea. Foi concluído que alguns conceitos referidos têm aplicabilidade prática, designadamente o Airport City e o Airport Corridor, e os restantes não, designadamente a Airport Region, Aerotropolis e a Airea. Numa perspetiva mais local, os planos do Novo Aeroporto de Lisboa são comparados com os mesmos conceitos aeroportuários nos últimos 50 anos, avaliando assim se o processo do Novo Aeroporto de Lisboa (NAL) foi capaz de se adequar aos conceitos aeroportuários modernos. Dois graus diferentes de coerência existem entre estes e o processo de planeamento do NAL. Apesar de, nos anos 70, o NAL ter uma forte semelhança com o Airport Region, nas últimas duas décadas foi difícil de observar uma forte coerência entre os conceitos aeroportuários e os documentos técnicos e de planeamento relacionados com o NAL.

Palavras-chave: Airport City, Aerotropolis, Novo Aeroporto de Lisboa

Códigos JEL: R42, R52, R58.


Voltar